presidio

Diretor de complexo penitenciário no AM é exonerado após denúncia de ligação com facção

O governador do estado do Amazonas anunciou hoje, 10, a exoneração do diretor interino José Carvalho da Silva, do complexo penitenciário Anísio Jobim, acusado de receber propina da FDN (Família do norte) para permitir (ou ao menos fazer vista grossa) à entrada de drogas, armas, celulares e outros artigos proibidos no complexo.

A denúncia havia sido feita por 2 presos que foram mortos no massacre. Ambos enviaram cartas à justiça do Amazonas no dia 14 de dezembro, dias antes do massacre. As cartas foram escritas por Gezildo Nunes da Silva e Alciney Gomes da Silveira.

Nas cartas os presos autores afirmavam estar sendo vítimas de perseguição por parte do diretor interino. Eles alegavam que por saberem da ligação de José Carvalho da Silva com a FDN seriam alvos de possíveis “cala boca” ou corte de “benefícios” dentro da cadeia.

“Querem nos tirar [da ala segura do presídio] só pelo fato de nós internos sabemos (sic) que eles são corrupto e recebem dinheiro da facção FDN, facilitando a entrada de armas, drogas, celulares”, diz um trecho da carta.

Em nota, a SEAP (Secretaria de Estado de Administração Penitenciária) do estado do Amazonas informou que vai apurar a denuncia. O órgão abriu uma sindicância para apurar a as acusações contra José Carvalho.

Desde o início do ano, o grave problema do sistema prisional do Amazonas foi exposto. Na realidade, vive uma crise há anos, mas escancarada agora após o conjunto de rebeliões que resultaram na morte de pelo menos 60 presos.

As mortes, conforme resultados preliminares das investigações teriam sido praticadas por integrantes da FDN com o objetivo de eliminar rivais do PCC (Primeiro Comando da Capital).

O Brasil soma cerca de 12 mortes por dia em cadeias desde o início do ano de 2017 e o governo estima ser necessário cerca de 2 bilhões de reais de orçamento para investimento para adequação do sistema prisional brasileiro.

E quem vai pagar essa conta? Com união e estados falidos, a verdade é que só um incremento da carga tributária poderia resolver de imediato a questão. Então aguarde cenas dos próximos capítulos.

Matérias Relacionadas

236 Views